Adeus gordura, adeus barriga

AVISO: Todos os comentários que estejam identificados como anónimos serão apagados

segunda-feira, novembro 07, 2005

A minha vida está uma merda. As compulsões andam a atacar mais do que nunca e eu ando sem paciência e força de vontade para controlar-me. Miar já não ajuda, pelo contrário. Apetecia-me fazer um NF durante um mês para ver se a merda das banhas que existem neste corpo desapareciam, esfumavam-se de vez.

Ontem estive a falar com uma colega minha do basket e sempre comeu super pouco, mas é obesa. Isto porque, ficou com problemas da tiroide por comer tão pouco. Aqui a "je" não tem muitos probelmas com isso visto eu comer enormidades, mas não sei porquê fiquei com medo de fazer NF's. Não quero ficar assim como ela, preferia matar-me a ficar daquela maneira.

No outro dia vi uma rapariga, com os seus 12/13 anos, completamente gorda... veio-me o "Greg" à boca só de olhar e imaginar a gordura que aquele corpo tinha. Não consigo entender como é que as pessoas podem ser feliz sendo gordas. Por um lado invejo-as porque sei que nunca conseguiria ser assim. A minha felicidade depende directamente do peso do meu corpo.

Agora, quando tenho compulsões a comida nem me sabe bem, fico logo enjoada e só me apetece miar. Mas não sei porquê, continuo a comer até ficar completamente enjoada e sem conseguir-me dobrar de tão grande estar a minha barriga. Depois a "solução" passa por miar ou tomar chá de senne e esperar pela manhã seguinte.

Ando a senti-me uma fraca sem controle nenhum sobre mim. Nem a Mia nem a Ana já me ajudam. A culpa é inteiramente minha, não me esforço o suficiente e faço uso abusivo delas as duas. Como é que quero ser magra assim? Como é que quero ter o corpo que sempre sonhei pra mim desta maneira? Passo os dias a fazer promessas que no segundo a seguir quebro. Do que me vale fazer NF's se no dia a seguir acho que já posso comer um bocadinho mais e acabo por comer tudo?

Muitas noites passo a ler e a procurar técnicas que me possam ajudar a controlar esta vontade enorme de comer que nunca é saciada. Sinto que nem o simples "comer" me dá já prazer, mas continuo a comer. Há cerca de 1 ano que já nem roia as unhas (hábito horrivel) mas recomecei a semana passada... algo que me acalmava, hoje em dia já "não me diz nada".

O que se passa comigo que não me satisfaço com nada!? Estarei a ficar farta desta minha "vidinha"? Ou é algo mais profundo que me perturba e eu não consigo determinar a origem do "problema"?

... não tenho mais nada para acrescentar. Enquanto escrevia este post "ataquei" 2 pacotes de bolachas "cuetara fibra due L-carnitina". Sinto-me super mal-disposta e nervosa/ansiosa na mesma. Vou ter teste de quimica orgânica daqui a 1 hora e sinto-me uma merda. Não sei, sequer, se vou caber dentro da roupa. Sinto-me com mais 100kg em cima de mim... 100kg só de gordura dquela que treme ao ser tocada (arggghhh!!!! que nojo).

3 Comments:

  • At 5:26 da tarde, novembro 07, 2005, Anonymous Victoria said…

    Arwen!!Linda!!Sei como é passar por essas terríveis fases de compulsões...o prazer de comer já não existe mais mas continuamos a comer...acho que vc está certa quanto a achar a raíz do problema...Não sinta nojo de si mesma!!!Vc é uma guerreira e vai conseguir!!!Transforme toda essa revolta por ter comido em força, em garra pra parar com essa burrice. Sei que é difícil, mas tenho certeza que vai conseguir...vc está passando por uma fase....que vai terminar!!!Pode contar comigo pro que der e vier tá??Te admiro pra caramba e gosto muito de ti. Me corta o coração te ver triste assim....vc é muito mais que isso.....e vai conseguir.
    Beijos
    Victória

     
  • At 7:29 da tarde, novembro 07, 2005, Anonymous Robie said…

    Oi Arwen,

    gostaria muito que você estivesse bem. Tenha calma, tudo fica mais difícil quando a pressão é maior.

    Fácil falar, difícil fazer, mas tente não se sentir tão mal por comer: isso só vai fazer com que coma ainda mais, e o que é pior, sem ter prazer nenhum.

    Mais ainda, que bom que você já percebeu que essa história de fazer NF realmente é furada. Como você mesma já pôde ver, as promessas acabam sendo quebradas. Isso com o agravante de que você acaba se dando a liberdade de não se alimentar direito só porque acredita que pode recorrer ao NF ou porque no dia anterior conseguiu não comer nada.

    Legal que você está buscando maneiras de resolver isso que está acontecendo com você. Das coisas que você andou lendo, encontrou algo interessante?

    Volto a estudar, mas continuo por aqui.

    Beijos,
    Robie

     
  • At 10:06 da tarde, abril 16, 2008, Anonymous Anónimo said…

    Meninas: miar apos uma compulsao nao evita o aumento de peso pq o organismo assimila metade das calorias apos a ingestao dos alimentos. Procurem ajuda no tratamento das perturbaçoes alimentares pq viver obsessivamente com o peso e com o corpo é um problema e nunca vao conseguir ultrapassar sozinhas.
    Beijos.

     

Enviar um comentário

<< Home